Dicas para planejar uma aula de Yoga

7 dicas indispensáveis para planejar uma aula de Yoga

A busca por aperfeiçoamento profissional no Yoga precisa ser feita com cuidado, sempre procurando profissionais que realmente tenham experiência para passar o conhecimento para frente. 

É muito comum que no começo apareçam alguns desafios! Uma das maiores dificuldades entre os novos professores e instrutores de Yoga é o planejamento das aulas. Com o passar do tempo, essa tarefa se torna mais simples e você ganha prática e confiança para saber o que funciona e o que não funciona. 

Pensando neste momento de início da jornada, separamos aqui sete dicas para realizar o seu planejamento de aula com consciência e tranquilidade, confira no texto a seguir. 

7 dicas para planejamento de aula de Yoga 

O Yoga é uma prática que traz diversos benefícios, como bem-estar físico e emocional, autoconhecimento, flexibilidade, serenidade e saúde. Por isso é tão atraente para tantas pessoas. 

Ao se tornar um professor de Yoga, você tem uma grande responsabilidade com os seus alunos e com o mundo. Então, para conseguir exercer esse papel da melhor maneira possível, entenda e coloque essas dicas em prática: 

  1. Tenha um tema: um fio condutor;
  2. Posturas: escolha um programa construído e diverso;
  3. Horário: Seja pontual;
  4. Segurança: seu papel é fundamental;
  5. Conheça o nível dos seus alunos;
  6. Aprenda a sentir o clima da turma;
  7. Divida a sua aula em respiração, aquecimento, postura e relaxamento. 

Agora que você conhece as dicas que preparamos, vamos entender melhor cada uma delas: 

  1. Tenha um tema: um fio condutor

Toda boa aula de Yoga tem um tema. Isso pode ser simples, como aliviar o estresse ou específico, como aumentar a flexibilidade do quadril. Ter essa ideia em mente ajuda a criar uma sequência inspiradora e coerente. 

Você vai querer apresentar o tema no começo da aula e continuar deixando claro como as posições estão conectadas a esse tema maior. Até pode ler uma citação ou sugerir um momento para meditar sobre. 

  1. Posturas: escolha um programa construído e diverso

Seja qual for o tema da sua aula, você precisa incluir posturas variadas durante a prática. Por exemplo: 

  • A pinça → para fortalecer os músculos do abdômen;
  • O triângulo → para alongar os quadris;
  • O peixe → para melhorar a respiração;
  • O arco → para melhorar o funcionamento do sistema cerebral. 

Alguns asanas têm contraindicações. Isso quer dizer que você precisa adaptar os exercícios de acordo com as necessidades dos seus alunos. 

  1. Horário: Seja pontual

A grande maioria das aulas no Brasil duram aproximadamente uma hora. Os primeiros dez minutos, geralmente, começam com um exercício de respiração e algumas posturas mais delicadas no chão. Os próximos vinte minutos vão incluir uma sequência de fluxo dinâmico (Vinyasa) ou asanas mantidas por 3 a 6 respirações (Hatha). 

Nos próximos cinco minutos, você vai focar na posição que trabalhará durante o resto da aula. Cinco minutos adicionais podem ser dedicados ao equilíbrio de posições. Os próximos dez minutos podem ser focados em posições sentadas ou tensas. Os últimos dez minutos pode ser o momento para meditar. 

Não se esqueça de articular todos esses elementos com transições tranquilas e suaves. 

  1. Segurança: seu papel é fundamental

Além de um fluxo lógico, você também vai querer que os seus alunos estejam devidamente aquecidos e preparados para cada uma das posturas. Nunca comece uma aula com uma determinada posição sem aquecer da maneira correta a coluna e outras partes do corpo que ela vai exigir. 

É essencial que os professores e professoras, ao dar aulas de Yoga para iniciantes ou avançados, entendam a anatomia e o corpo humano para garantir a segurança de todos presentes. 

  1. Conheça o nível dos seus alunos

Adaptar-se ao nível dos seus alunos é muito importante para um professor de Yoga. Em aulas individuais isso é fácil. Você pede para a pessoa fazer diferentes movimentos e vê como ela é capaz de executá-los, corrigindo e auxiliando. Porém, quando é um grupo, o professor encontra diferentes níveis: desde alguém que acabou de começar até quem já pratica há anos. 

Seu objetivo será acompanhá-los no caminho do bem-estar físico e mental. Você precisa fazer com que os alunos mais avançados desejem continuar a praticar e os iniciantes permaneçam instigados a tentar uma, duas, três, quantas vezes forem necessárias para superar os limites. Claro que com segurança e responsabilidade. 

Um detalhe importante aqui é que alguns iniciantes podem ter uma certa apreensão em relação a disciplina. Principalmente aquele que não é flexível. O seu papel é deixá-lo à vontade. Caso contrário, ele pode acabar desestimulado e desistir de praticar. 

  1. Aprenda a sentir o clima da turma

Para se tornar um professor de Yoga, você precisará descobrir rapidamente que o humor da turma pode mudar de acordo com: 

  • Tempo de aula;
  • Seu público e a sua abordagem do Yoga;
  • Estação do ano: no verão as pessoas estão mais cansadas por conta do calor;
  • Seu próprio humor e dinamismo. 

Por isso, é fundamental fazer essa análise desde o início da prática e buscar formas de se adaptar e conduzir a turma. 

  1. Divida a sua aula em respiração, aquecimento, postura e relaxamento

Dependendo da maneira que você ensina o Yoga, as aulas irão evoluir pouco. Porém, geralmente elas acontecem em várias fases diferentes e é importante saber como incorporá-las.

Para começar, sugerimos que deixe as pessoas deixarem de lado as coisas que aconteceram ao longo do dia ou pensamentos que poluem a mente. Assim, os movimentos e respirações para relaxar são uma ótima solução para esse primeiro momento. Dê tempo suficiente para permitir que todos acalmem a mente e possam focar no presente. 

Você vai juntar exercícios de respiração, os pranayamas, que possibilitam que os alunos percebam suas próprias emoções. Ao controlar o ritmo respiratório, a pessoa aprende a reconhecer o que a faz relaxar e aquilo que a faz ficar mais tensa e estressada. 

Quando seu público estiver completamente focado no que está acontecendo internamente, passe para o aquecimento. Então, comece as posturas de Yoga, os asanas, de acordo com a natureza da classe. 

Escolha a ordem de todas as posturas com propósito e consciência. Não se esqueça também de oferecer aos alunos um momento de relaxamento entre cada postura, exceto em aulas mais fluidas e dinâmicas, que pedem diversas posturas em uma sequência mais intensa e fluida. Convide-os a associar cada gesto com o ritmo da respiração adequada (inspiração e expiração). Ajude as pessoas que ainda estão lutando com a flexibilidade física para ir o mais longe possível, sem forçar.  

Embora a meditação esteja presente em cada etapa da aula, o final deve oferecer um momento para relaxar – pela última vez, antes de voltar para a vida diária. Todos os músculos estão relaxados e as pessoas vão conseguir aproveitar os benefícios do Yoga

Conheça o Curso de Formação e Aperfeiçoamento em Yoga do Gaya Bem-Estar

Deseja fazer um Curso para ter uma formação e aperfeiçoar a sua prática? Venha conferir o Programa do Gaya Bem-Estar. Essa é uma jornada de 200 horas que vai transformar para sempre a maneira como você vê a si mesmo e o mundo ao seu redor. Para saber mais clique aqui.

E, se você quer ter acesso a mais conteúdos exclusivos sobre Yoga, bem-estar, autoconhecimento e muito mais, acompanhe o nosso blog e siga o Gaya Bem-Estar no Instagram

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Unidade Juvevê - Gaya Bem-Estar

Rua Barão de Guaraúna, 483 – Juvevê – Curitiba/PR

Seg à Sex – 7h às 21h30
Sáb – 9h às 19h
Dom – fechado
Feriados – 10h30 às 19h

Unidade Praça do Japão - Radisson Hotel

Avenida Sete de Setembro, 5190 – Batel – Curitiba/PR

Seg à Sex – 13h30 às 21h
Sáb – 10h às 20h
Dom – fechado
Feriados – 10h30 às 19h

Hotel Spa Experience Nomaa Hotel - Gaya Spa

Rua Gutemberg, 168 – Batel – Curitiba/PR

Seg à Sex – 13h30 às 21h
Sáb – 10h às 20h
Dom – fechado
Feriados – 10h30 às 19h

Hotel Spa Experience Fuso Hotel - Gaya Spa

Serv. José Cardoso de Oliveira, 633 – Jurerê – Florianópolis/SC

Seg à Sab – 12h30 às 20h
Dom e Feriados – 10h30 às 18h

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp