A falta de bem-estar no trabalho afeta os resultados das empresas? Como investir no bem-estar e na saúde dos colaboradores?

A falta de bem-estar no trabalho afeta os resultados das empresas? Como investir no bem-estar e na saúde dos colaboradores?

Falar sobre bem-estar no trabalho é fácil, mas e na prática? As empresas conseguem levar o discurso do investimento na qualidade de vida dos seus colaboradores para a rotina de trabalho? Muitas vezes é mais difícil do que parece. Mas é importante prestar atenção em como o bem-estar é inserido no dia a dia para não ter que arcar com os impactos negativos que a falta dele pode trazer.

É isso mesmo, a falta de bem-estar no trabalho pode gerar alguns problemas para a empresa.

Isso acontece porque nós precisamos nos sentir bem. Essa é uma das nossas principais buscas internas: a procura por bem-estar e maior qualidade de vida!

A sensação de bem-estar é o que nos mantém otimistas, que nos faz enxergar um futuro melhor e, também, é essa sensação que nos ajuda a lidar com mais calma com os desafios que enfrentamos diariamente.

Não é muito melhor trabalhar todos os dias em um ambiente em que você se sinta confortável? Em que essa sensação de bem-estar prevaleça? 

A resposta é óbvia. Ninguém gostaria de passar todos os dias por estresse, altas demandas, pontos que fazem parte do trabalho, sem ter acesso ao mínimo de bem-estar.

Imagine passar pela seguinte situação: você trabalha, pelo menos, oito horas por dia. Nessas oito horas, suas responsabilidades podem ser as mais diversas, e sempre surge um problema ou outro que você precisa resolver! Isso nos causa estresse. Se a empresa não leva um pouco de bem-estar ao colaboradores, seja através de atividades diárias, semanais, ou da criação de um espaço que privilegie a qualidade de vida das pessoas que estão ali, todo esse estresse será canalizado também para o trabalho.

É aí que mora o perigo.

Por isso ele se faz tão necessário na rotina louca que levamos nos nossos trabalhos. Inserir o bem-estar é uma atitude importante das empresas, que precisam fazer isso para terem uma atitude humanizada em relação aos seus colaboradores e não sofrerem com os impactos negativos que a falta de bem-estar pode provocar.

Se ainda não ficou claro, vamos mostrar abaixo quais são os impactos que a falta de bem-estar traz para o ambiente de trabalho.

Falta bem-estar no trabalho? Falta tudo!

Nós acreditamos no poder de transformação do bem-estar. Não somente para a rotina de trabalho, mas também para a vida de forma geral.

É por essa razão que acreditamos que inserir bem-estar de forma ativa ou sutil no cotidiano das pessoas pode gerar um impacto extremamente positivo! E claro, a falta de incentivo à saúde e bem-estar nas empresas, como já comentamos, pode trazer alguns impactos negativos.

Separamos, abaixo, uma lista com alguns dos problemas que surgem quando as empresas não investem no bem-estar dos colaboradores. Confira:

Diminuição da produtividade da equipe

Esse talvez seja o principal impacto que a falta de bem-estar pode causar no dia a dia dos profissionais de uma empresa. 

Nenhuma empresa quer que os seus colaboradores se tornem menos produtivos, não é? Mas sem um incentivo a saúde física e mental desses profissionais, a queda da produtividade é inevitável.

Essa é uma consequência da falta de investimento em bem-estar de forma geral. No ambiente de trabalho e nas relações com os profissionais que compõem as equipes da empresa.

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz e com bem-estar é 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais.

Essa é a prova de que as empresas precisam inserir o investimento em bem-estar não somente para ter uma relação mais humanizada, mas para conseguir alcançar mais sucesso.

Diminuição no comprometimento com o desempenho profissional

Outro impacto que causa bastante estrago no dia a dia profissional, para a empresa e para o colaborador, é a diminuição do comprometimento com o desempenho profissional.

Dados coletados pela Sharecare apontam que os funcionários com maior grau de bem-estar apresentam melhor desempenho no trabalho.

Esse fator está intrinsecamente ligado ao da produtividade. Pessoas mais produtivas possuem melhor desempenho e se comprometem de forma mais ativa nos processos de melhoria das empresas. Investir em bem-estar aumenta a produtividade da equipe e também melhora o comprometimento dos colaboradores.

Estresse generalizado

Já imaginou trabalhar em uma empresa em que todas as pessoas da equipe estão estressadas?

Lidar com os problemas diários que tangem o trabalho não é nada fácil quando todo mundo está envolto em um ambiente de estresse. E é importante dizer que esse tipo de ambiente causa outros sub impactos para a empresa, como problemas de saúde nos colaboradores, e também podem acabar ocasionando erros na execução das tarefas.

Aumento da rotatividade de funcionários

Ninguém quer trabalhar em uma empresa em que você se sente mal todos os dias. Ambientes de trabalho que não são saudáveis causam uma maior rotatividade de colaboradores.

Isso porque eles acabam percebendo que não é nada confortável trabalhar em um espaço sem o mínimo de qualidade de vida, provocando a rotatividade, ou seja, esses colaboradores saem a procura de trabalhos melhores em que se sintam mais confortáveis.

Absenteísmo nas empresas

O absenteísmo é o aumento de faltas e ausências no trabalho. Quando as empresas não investem no bem-estar da equipe e do ambiente de trabalho, as pessoas passam a se sentir desconfortáveis e começam a faltar ao trabalho.

Ainda de acordo com dados da Sharecare, com o investimento em bem-estar nas empresas existem uma queda de 41% menos absenteísmo não planejado.

Fuja do discurso, parta para a ação!

Deu para perceber como a falta de bem-estar pode trazer grandes questões para as organizações, bem como para os trabalhadores, não é?

Os impactos que apresentamos anteriormente, são apenas alguns dos possíveis problemas que a falta de bem-estar pode gerar no ambiente de trabalho.

Exatamente por isso é que se faz necessário que as empresas deixem o discurso de lado e comecem a implementar as estratégias de inserção de bem-estar na rotina de trabalho. Comece aos poucos:

  • Avalie o local de trabalho, verifique as mudanças necessárias.
  • Escute e analise as queixas dos colaboradores da empresa.
  • Crie um espaço de respeito mútuo entre as pessoas.
  • Invista em atividades de bem-estar de forma contínua.

Com esses poucos passos já se torna possível envolver o time em uma energia positiva e que demonstre o quanto a empresa está preocupada com a qualidade de vida no trabalho.

Esse investimento em qualidade de vida vai trazer benefícios para todos os envolvidos com a empresa, além de mostrar que a organização está preocupada com o desenvolvimento mental e físico dos seus funcionários.

O ambiente de trabalho precisa ser saudável

Cuidar da saúde mental e física dos colaboradores é papel fundamental das organizações que buscam, além de bons resultados, manter um bom clima organizacional. Só assim será possível contar com um time consciente do seu papel na organização e feliz por estar ali.

Isso é crescimento mútuo através do bem-estar!

E aí, gostou do conteúdo? Na sua empresa o bem-estar é um dos pontos-chave da estratégia de crescimento? Será que não está na hora de investir mais na melhoria de qualidade de vida no trabalho? Deixe seu comentário com a sua opinião sobre esse tema!
Também continue acompanhando o nosso blog para mais dicas sobre como levar o bem-estar para dentro das empresas.

Deixe uma resposta