Yoga para grávidas: é possível praticar durante a gestação?

Yoga para grávidas: é possível praticar durante a gestação?

A gravidez é um momento único para a vida das mulheres. Mas também é um período de diversas dúvidas, principalmente relacionadas à prática de atividades físicas. Afinal, é possível praticar algum tipo de atividade no período de gestação? O yoga pode ser uma dessas atividades? Existem yoga para grávidas?

A resposta é bastante animadora para quem quer inserir a prática no dia a dia, ou continuar a praticar o yoga durante a gestação.

Precisamos encarar que o momento da gravidez não é um momento de doença, mas sim de investimento em qualidade de vida. E quer maior sensação de bem-estar do que a que o yoga nos traz?

E mais, além de diversos benefícios físicos, o yoga também possui muitos benefícios mentais, que podem auxiliar neste período da vida da mulher.

Se você já praticava yoga antes da gestação, sabe o quanto a prática tem um poder de transformar a vida, não é?

E, se você nunca praticou e agora, no momento da gravidez, sentiu vontade de inserir a prática na sua rotina, pode ser um momento realmente muito especial para você!

Ou seja, grávidas podem praticar yoga? Sim!

Mas, para que você se sinta segura para praticar yoga, separamos algumas explicações um pouco mais aprofundadas sobre essa prática especial para mulheres em período de gestação.

Os benefícios do yoga para grávidas

Para mostrar como você pode e deve inserir o yoga na sua rotina, principalmente no período de gestação, separamos uma pequena lista com os principais benefícios para mulheres que estão passando por esse momento especial, confira:

  • O yoga nos proporciona uma sensação de revitalização! Nos ajudando a reduzir o cansaço, algo que é muito presente na gravidez.
  • Assim como outras atividades, um dos benefícios físicos do yoga é que ele ajuda a tonificar os nossos músculos, nos auxiliando também a ter mais flexibilidade e melhorando as articulações.
  • Alguns asanas (posturas do yoga) podem preparar a sua fisiologia para o momento do parto! 
  • O yoga melhora sua circulação, isso vai reduzir o inchaço nas pernas.
  • Também pode ajudar a manter o peso e a diminuir a probabilidade do aparecimento de estrias, caso esse seja um receio para você.
  • Melhora a sua postura evitando, o que pode evitar dores na lombar.
  • Junto com as posturas do yoga, também trabalha-se a respiração. Essa prática da respiração é extremamente útil durante a gravidez, principalmente se pensarmos no momento do parto, já que treinar a respiração previamente poderá oferecer a você uma maior segurança e confiança quando chegar a hora.
  • O yoga também pode ajudar a acalmar, diminuindo a sensação de ansiedade e também os receios, que são extremamente naturais para esse período, através da meditação que é realizada durante a prática.

Todos esses benefícios práticos já valeriam a pena, não é? Mas o yoga também vai além!

Uma das maiores vantagens em inserir o yoga na rotina é que, a partir da prática, você consegue se conectar à você mesma. No momento da gravidez, não tem atividade melhor para acalmar os ânimos e refletir sobre este período de gestação do que o yoga. 

Praticar yoga durante a gravidez é entender as mudanças do seu corpo, se conectar a você e ao seu bebê, mesmo antes dele nascer!

A beleza da mulher grávida praticando yoga é única e vai desde a alegria pelos benefícios físicos que a prática proporciona, até os benefícios mentais, que vão dar mais segurança para a mulher e torná-la mais conectada com a própria essência.

Quais cuidados você deve tomar?

Agora que você já sabe que é possível praticar yoga durante a gravidez e que os benefícios da prática para este momento são diversos, existem alguns cuidados muito importantes, que devem ser levados em consideração.

Como já comentamos anteriormente, você pode sim praticar atividades físicas, isso é inclusive indicado para manter a sua saúde e a do bebê.

Mas dois pontos devem ser levados em consideração:

  1. SEMPRE consulte o médico ou médica que está acompanhando todo o seu processo de gestação. Esse período é único para cada mulher e algumas precisam de repouso absoluto, outras possuem algumas restrições. Portanto, a opinião profissional deverá prevalecer. Ou seja, pergunte ao seu obstetra se você pode praticar yoga.
  2. Pratique yoga com um profissional qualificado e que respeite as suas limitações. Existem algumas posturas que devem ser evitadas para que a gravidez não corra nenhum risco. Em entrevista para a Revista Crescer, Katia Barga, especialista em yoga para gestantes afirma que “algumas posições são proibidas: de barriga para baixo e as invertidas – quando a grávida fica de cabeça para baixo. Na primeira, a pressão no abdômen é muito grande e a segunda pode prejudicar a oxigenação do bebê”, afirma a especialista.

Esses dois cuidados básicos vão garantir que a sua prática de yoga seja realizada de forma segura!

A gravidez não precisa ser apenas um momento de proibição

Muitas mulheres se sentem limitadas durante esse período de gestação.

  • Não pode comer tal coisa pois vai ter celulite ou estria.
  • Não pode fazer movimento pesado.
  • Não pode isso…
  • Não pode aquilo…

Nesse momento de fragilidade emocional, o yoga pode ser uma porta para que você consiga aprofundar seu autoconhecimento. 

Além disso, caso o seu médico não permita a prática de yoga, tente adaptar alguns aspectos que o yoga traz para a nossa vida. A meditação pode ser uma solução para você melhorar a sensação de ansiedade, tornar os seus dias mais calmos e se conectar ao seu bebê.

Existem caminhos para tornar esse período ainda mais especial!

E o yoga no pós-parto?

Se durante a gravidez você pode praticar yoga (quando permitido pelo médico responsável por acompanhar a sua gravidez), no pós-parto você deve!

Como o yoga proporciona mais qualidade de vida e um aumento na sensação de bem-estar, ela pode auxiliar a mulher a lidar com as emoções após o parto.

Claro, respeite o seu tempo de recuperação no pós-parto, para que o yoga seja uma prática desafiadora, sim, mas também confortável para o momento que você está passando.

Aqui, a prática fará com que a mulher entre em contato com a sua essência novamente, diminuindo a sensação de ansiedade, auxiliando também na conexão da mulher com o seu corpo novamente.

Lembre-se: yoga não é apenas um exercício físico

É exatamente por essa razão que a prática é indicada para o período de gestação. A filosofia do yoga ajuda as mulheres durante esse período a se reconectarem consigo mesmas e a terem uma gravidez com mais bem-estar.

Consulte o seu médico, questione sobre a possibilidade de praticar yoga durante a gestação. Insira o yoga na sua vida durante esse momento especial para torná-lo ainda mais incrível!

Gostou do conteúdo?

Continue acompanhando o nosso blog para descobrir como o yoga pode transformar a vida das pessoas, seja em momentos especiais como a gravidez ou em qualquer outra fase da vida!

Descubra mais bem-estar também no nosso Instagram. Lá você encontra todas as novidades do Gaya em relação ao spa e ao nosso studio de yoga.

Deixe uma resposta