6 posturas de Yoga ideais para iniciantes

6 posturas de Yoga ideais para iniciantes

Você ainda não começou as aulas de Yoga para iniciantes porque tem medo de errar uma postura ou de ser julgado pelos outros? Então, chegou a hora de atender ao chamado para se conectar com os princípios do Yoga. 

Afinal, embora seja considerada uma atividade física, essa prática milenar é também uma filosofia de vida. Existem, inclusive, os 10 mandamentos do Yoga, que nos ensinam a melhorar o relacionamento com o mundo exterior e interior. Entre eles, cabe bem neste contexto o que chamamos de Não Violência (Ahimsa) e Contentamento (Santosha).

Praticar Ahimsa é ser pacífico sem agredir, ferir ou causar dor a um ser vivo. É nos vigiar para não usar a violência na ação, na fala e nos pensamentos. Isso porque o Yoga diz que todas as falas e ações devem ser de amor e cuidado tanto para si quanto para os outros. Assim, não existe espaço para julgamento.

Já Santosha é sobre ser feliz mesmo quando as coisas não saem conforme o esperado. É aceitar e apreciar o momento presente e entender que a felicidade não está fora de você, mas dentro. Por isso, fornece toda a segurança que o praticante precisa para iniciar sua jornada pela autodescoberta e equilíbrio entre corpo e mente em paz.

Yoga é para todos!

Sri K. Pattabhi Jois já dizia que “Yoga é para todos, menos para os preguiçosos”. Atributos físicos, idade, gênero ou tamanho não são barreiras para fazer Yoga

Sabe aqueles pensamentos sabotadores como achar que está acima do peso, que não tem flexibilidade ou que está velho demais para praticar Yoga? São julgamentos que, com o Yoga para iniciantes, ficam para trás.

Isso porque não existem pré-requisitos para fazer Yoga. Tudo o que o praticante de Yoga para iniciantes precisa é de determinação, foco e força de vontade para descobrir seus limites e conhecer melhor o seu próprio corpo sem julgamentos.

A partir do momento em que você se abrir para conhecer os reais benefícios dessa filosofia milenar, vai entender que nem sempre é possível realizar todas as posturas nas primeiras aulas. E tudo bem! 

Quem faz Yoga sabe que a evolução é gradual e que só a prática leva à perfeição. Afinal, não há como regredir e sim se desenvolver cada vez mais. Lidar com os limites é permitir se aventurar por uma incrível jornada de autoconhecimento. 

6 posturas de Yoga para iniciantes

Agora que você já sabe que qualquer pessoa pode fazer Yoga, chegou o momento de conhecer as posturas mais simples para quem está começando a praticá-lo.

Todas as posturas que ensinaremos a seguir ajudam a fortalecer os músculos, a melhorar o equilíbrio e a relaxar a mente. Confira:

1. Vrikshasana (Árvore)

Postura – Vrikshasana (Árvore)

É uma das posturas mais famosas do Yoga e que você provavelmente já viu alguém praticar, seja à beira-mar ou no parque. Ajuda a acalmar, a manter o foco e a aumentar a concentração.

Para fazê-la, levante a perna esquerda e encoste a sola do pé na altura da coxa direita. Em seguida, estique os braços para cima e junte as palmas das mãos.

Para completar, respire fundo enquanto pratica e vá trocando a posição das pernas assim que sentir segurança para isso. 

2. Trikonasana (Triângulo estendido)

Postura – Trikonasana (Triângulo estendido)

Afaste as pernas, ficando com os pés paralelos. Gire os dedos do pé direito para fora, o pé esquerdo se mantém paralelo. Eleve os braços à altura dos ombros e com uma flexão lateral segure a perna direita na zona da canela. O braço esquerdo fica elevado na direção do teto. O olhar acompanha o polegar esquerdo e o pescoço fica no prolongamento da coluna.

3. Bhujangasana (Cobra)

Postura – Bhujangasana (Cobra)

Essa é uma posição recomendada principalmente se você precisa ganhar flexibilidade na parte superior das costas. 

 Deite de barriga para baixo, coloque as mãos no chão e mantenha o peito dos pés, as pernas, e o quadril encostados no chão. Levante a parte inferior do corpo aos poucos resistindo com o púbis no solo e sinta a coluna se alongar do cóccix à cabeça.

4. Balasana (Criança)

Postura – Balasana (Criança)

Indicada para situações em que a tensão ou a falta de foco aparecem, a posição de criança é fácil e relaxante. 

Para conseguir fazê-la, coloque os joelhos no chão e sente-se sobre os calcanhares. Logo depois, estique devagar os braços para trás, até que fiquem alinhados ao seu corpo. Posicione a palma das mãos junto aos seus pé e encoste sua testa no chão. Você vai sentir todo o comprimento e o peso do seu corpo.

5. Adho Mukha Svanasana (Cachorro olhando para baixo)

Postura – Adho Mukha Svanasana (Cachorro olhando para baixo)

Ideal para alongar a parte posterior do corpo e aumentar a flexibilidade dos ombros essa é outra posição popular do Yoga.

Coloque os dedos dos pés e as palmas das mãos no chão e a partir da extensão das pernas eleve o seu quadril , l  mantendo as pernas estendidas. Os calcanhares descem mas o quadril se mantém. Mantenha os ombros afastados das orelhas, relaxe o pescoço e respire suavemente.

6. Virabhadrasana II (Guerreiro II)


Postura – Virabhadrasana II (Guerreiro II)

Afaste as pernas, ficando com os pés paralelos. Gire os dedos do pé direito para fora enquanto o pé esquerdo se mantém paralelo. Estenda os braços lateralmente. Flexione o joelho direito  90 graus sem deixar que o joelho ultrapasse a linha do calcanhar. O olhar deve estar em direção a ponta do dedo médio da mão direita. 

4 dicas úteis para aprender Yoga sem medo de ser feliz

–> Coma algo leve até duas horas antes de fazer Yoga para evitar qualquer desconforto digestivo.

–> Escolha uma roupa que te deixe confortável, já sabendo que vai suar durante a aula.

–> Lembre-se de que todo mundo que está ali está em um nível do Yoga e que ninguém é melhor do que ninguém. Todos estão se desenvolvendo e trabalhando em prol dos mesmos benefícios.

–> Procure a ajuda de um profissional capacitado para aprender Yoga sem se machucar ou prejudicar o seu próprio corpo.

Continue acompanhando os conteúdos do nosso blog para se inteirar sobre dicas e orientações do Yoga para iniciantes

Deixe uma resposta