Blog

A importância do bem-estar
A importância do bem-estar: o seu corpo está pedindo por um descanso

A importância do bem-estar: o seu corpo está pedindo por um descanso

Imersos na correria do dia a dia, muitas vezes não nos damos conta dos sinais que o corpo nos envia implorando por descanso. Com tantos afazeres e responsabilidades para dar conta, muitas vezes acabamos deixando o próprio bem-estar em segundo plano. O que, mais tarde, pode resultar em problemas de saúde física e mental!

Rotinas cada vez mais atribuladas e a falta de tempo para cuidar do próprio bem-estar formam o cenário perfeito para que o estresse se acumule e se transforme em improdutividade no trabalho, insônia, nódulos de tensão ou problemas de relacionamento.

Mas ao contrário do que se imagina, um quadro de estresse não se limita apenas a sintomas emocionais, como esgotamento mental, impaciência ou raiva. Também envolve sintomas físicos como o cansaço, dores de cabeça e musculares.

Uma pesquisa conduzida pela International Stress Management Association (ISMA-BR) junto a profissionais das áreas de finanças, indústria e saúde revelou que os sintomas físicos são os mais sentidos entre pessoas estressadas (89%). 

Está em dúvida se o que sente é passageiro ou pode ser mesmo um quadro de estresse? Preparamos este post para ajudar você a identificar os sinais do estresse e a encontrar alternativas para dar ao seu corpo o descanso que precisa para levar uma vida mais equilibrada!

O corpo fala: 9 sinais que indicam que é hora de focar no bem-estar físico e mental 

Os motivos que desencadeiam o estresse são os mais diversos possíveis, como é o caso do acúmulo de responsabilidades, excesso de cafeína, desentendimentos, entre outros. Mas a longo prazo, podem culminar em problemas ainda maiores. 

Sabe qual é a melhor maneira de se prevenir desses males? Conseguir perceber, de modo preventivo, os sinais que o seu próprio corpo dá mesmo sem que tenha se dado conta.

Conheça alguns dos principais sintomas físicos do estresse:

1. Batimentos cardíacos acelerados

Em situações de estresse os batimentos cardíacos aumentam e a pressão arterial também sobe. Sinais que revelam que o corpo entrou em estado de alerta diante de uma situação que interpreta como uma possível ameaça.

2. Cansaço constante  

Tem a sensação que não conseguiu descansar nem mesmo após uma boa noite de sono ou de um fim de semana tranquilo? A fadiga constante é outro sinal claro de estresse e de que o corpo precisa relaxar.

Contudo, também pode indicar a presença de outras doenças como anemia, carência de determinadas vitaminas, depressão e infecções. No entanto, nada melhor do que buscar orientação médica para entender as causas do problema e ter um diagnóstico adequado.

3. Dor de cabeça

Sentir dor de cabeça ou de pescoço frequentemente também pode ser sinal de estresse. Existe um estudo realizado com pessoas com cefaléia crônica que mostra que cerca de 45% dos casos de dores de cabeça têm origem em um evento estressante. 

Mas, atenção, existem ainda outros fatores que podem explicar essa dor aparentemente sem motivo: desidratação e noites mal dormidas.

Se as preocupações com as quais temos que lidar todos os dias são possíveis causadoras das dores de cabeça, a solução mais saudável é desviar o foco ao pensar em soluções. Afinal, quando apenas nos preocupamos mantemos um padrão de raciocínio que nos leva ao cansaço físico e mental. Pensar em soluções é o melhor remédio para prevenir dores futuras.

4. Ficar doente frequentemente

Percebeu que as idas ao médico estão ganhando mais frequência de uns tempos para cá?

Outro conhecido sinal do estresse é a baixa imunidade que faz com que o corpo fique mais suscetível a infecções. Mas esse enfraquecimento do organismo também pode ser resultado de uma alimentação desequilibrada, sedentarismo e distúrbios de imunodeficiência.

5. Mudanças na libido

Embora o sexo seja um importante aliado para o bem-estar físico e mental, a perda da libido é outro problema que pode ter origem em períodos estressantes. 

Porém, também pode ocorrer devido a alterações hormonais, causas psicológicas e fadiga. Percebeu que o sintoma está prejudicando a vida a dois? Então, o ideal é buscar ajuda de um médico ou psicólogo.

6. Mudanças no apetite

Teve um desentendimento no trabalho, está trabalhando sob pressão ou assumiu novos desafios? Situações como essas podem fazer você sentir mais apetite do que o normal, mas saiba que esse é um processo natural. 

Acontece porque, em sinal de alerta, o corpo passa a produzir mais hormônios que aumentam o apetite e a gordura abdominal. Porém, o contrário também pode ocorrer e a vontade de comer simplesmente desaparecer.

Alterações hormonais, condições psicológicas e uso de medicamentos são outras possíveis causas das mudanças no apetite. 

7. Problemas digestivos

Conviver por muito tempo com os sintomas físicos do estresse só tende a agravar problemas digestivos como constipação, diarréia, dor de estômago, gastrite ou úlcera. Um quadro que afeta ainda mais pessoas que já sofrem de distúrbios digestivos como doença inflamatória intestinal ou síndrome do intestino irritável.

Mesmo podendo ser causados pelo estresse, esses problemas também podem ser desencadeados por fatores como desidratação, dieta, infecção e determinados medicamentos.

8. Queda de cabelo

Depois de tomar aquele banho relaxante no final do dia você olha para o ralo e vê uma grande quantidade de fios de cabelo. Será normal? 

A queda de cabelo pode ser resultante da pressão diária, visto que os períodos de estresse liberam no organismo uma substância que bloqueia a entrada de nutrientes na região capilar (estriol). Mas alterações hormonais, anemia, excesso de vitamina A ou B, gravidez ou hipotireoidismo também provocam esse sintoma. 

9. Surgimento de nódulos de tensão

Já percebeu o quanto os músculos enrijecem assim que nos encontramos em uma situação estressante? Isso acontece porque o estresse coloca o corpo em um estado de alerta e pura adrenalina, tensionando os músculos para que se possa se defender ou fugir daquilo que interpreta como perigo. Assim, não dá aos músculos o relaxamento que precisam.

Se você já se pegou com os ombros erguidos, pernas ou mãos tensas sabe bem o que é isso. Esses são alguns dos principais indicativos dessa condição. A tensão muscular começa pela cabeça e pode seguir pelo pescoço, ombro e região lombar, causando bastante incômodo e exigindo um tratamento adequado. 

5 soluções para dar ao seu corpo o descanso e o bem-estar que ele precisa para aliviar o estresse

Confira algumas sugestões para diminuir os efeitos que a pressão do dia a dia trazem para o seu corpo e tornar sua vida mais leve:

1. Agendar uma sessão de massagem antiestresse

Ideal para amenizar desequilíbrios como dor, fadiga e má postura, a massagem ajuda a soltar os nódulos de tensão e a relaxar os músculos. Como ativa o sistema parassimpático e libera o hormônio do prazer (ocitocina), proporciona o bem-estar e o descanso que precisa.

E os benefícios de fazer massagem para combater o estresse não param por aí: ela reduz a angústia e a ansiedade, aumenta a tolerância à dor, dá mais flexibilidade aos músculos, melhora a circulação sanguínea e linfática e aumenta a imunidade do organismo. Mas, mesmo apresentando todos esses ganhos, não deve substituir a medicina convencional.

2. Fazer um banho de imersão em leite

Conhecido por suas propriedades relaxantes desde os tempos de Cleópatra, os banhos de leite ajudam a acalmar, hidratar e revitalizar a pele.

Rico em ácido lático, cobre, fósforo, magnésio, manganês e potássio, o leite tem água, proteínas e vitaminas que deixam a pele mais macia e renovada. Um tratamento perfeito para quem quer embelezar a pele enquanto aprecia um momento único de relaxamento físico e mental.

3. Meditar

Por mais simples que pareça, a meditação pode diminuir o impacto do estresse em nossas vidas. Traz uma profunda sensação de paz e equilíbrio que se torna essencial para a manutenção da saúde e controle de nossas ações e emoções.

Além de acalmar quem a pratica, a meditação diminui o estresse e nos permite enxergar as situações de outra forma. Um exercício que aumenta a paciência, a tolerância e, inclusive, a concentração. 

4. Praticar Yoga

Capaz de aumentar os níveis de substâncias químicas do cérebro responsáveis pelo contentamento e relaxamento, o Yoga traz uma série de benefícios para o corpo e para a mente. Desenvolve o equilíbrio interior e funciona como um convite para uma jornada pelo autoconhecimento.

Aumenta a flexibilidade muscular, melhora o fluxo sanguíneo, reduz as dores e no corpo e os níveis de estresse. Mas esses são apenas alguns de seus benefícios. Tem interesse em conhecer 12 razões para trazer o Yoga para a sua vida? Então, temos este outro post que também pode ser útil para você.

5. Tirar um dia de spa para relaxar

Ao frequentar um spa você pode unir o útil ao agradável, além de reservar um tempo para cuidar de si. Mesmo sendo visto como um espaço que oferece serviços de luxo, o spa para relaxar é muito eficiente para aliviar o estresse e proporcionar o descanso que o corpo precisa

Um lugar inteiramente dedicado a proporcionar o bem-estar e equilíbrio para a sua vida cotidiana.

Não deixe o bem-estar para depois!

Considerando a ideia de agendar um dia de spa para relaxar e sentir o estresse se dissipar com massagens e tratamentos corporais? Conheça o menu de serviços oferecidos no Gaya Bem-Estar para voltar a se sintonizar com o bem-estar em seu dia a dia com aconchego e conforto.