Blog

Yoga é religião ou Yoga não é religião
Yoga é religião? Entenda por que existe essa ideia e qual é a relação da prática com as religiões

Yoga é religião? Entenda por que existe essa ideia e qual é a relação da prática com as religiões

Uma visão bastante comum para quem não conhece é a de que o yoga é uma prática religiosa. Afinal, várias pessoas reunidas, sentadas em uma sala, concentradas, meditando… 

Mas calma, yoga não é apenas uma prática religiosa.

Apesar de ter a sua origem muito relacionada a religiões e culturas do oriente, como a cultura Hindu, a prática de yoga não está nada ligada a cultos, pregações, ou qualquer outro tipo de atividade religiosa, apesar de apresentar características de algumas religiões.

O yoga na verdade é um encontro com si mesmo e a busca pelo autoconhecimento.

Vamos entender um pouco mais profundamente as razões que fazem com que o yoga seja tão confundido com determinadas religiões e porque é importante acabarmos com essa visão?

Por que o yoga é confundido com religião?

O principal motivo que faz com que o yoga seja confundido com uma religião, está relacionado principalmente com o fato de que a sua filosofia seja oriunda das religiões budistas e hinduístas.

É por isso que existe todo esse tabu que envolve o yoga.

Mas a verdade é que a prática de yoga está relacionada muito mais com a nossa relação com a gente mesmo e com o mundo ao nosso redor… 

Para entender essa visão em relação ao yoga, devemos entender um pouco sobre o significado da palavra.

O portal da revista Superinteressante trouxe uma matéria relevante sobre o assunto, em que aponta a presença da palavra “yoga” nas religiões indianas, por exemplo…

“O termo está presente em cada uma das abordagens espirituais da religião indiana: ritual (carma-yoga), devocional (bhakti-yoga), intelectual (jnana-yoga) ou meditativa (dhyana-yoga). A Bhagavad Gita, grande clássico da literatura indiana, e uma bíblia para os yogues (que vêm a ser, simplesmente, os praticantes de yoga), aponta seis significados para o termo.

Esse é apenas um exemplo de como o termo aparece em textos religiosos. O que é óbvio, já que a prática, em sua origem, esteve sim muito ligada às religiões orientais.

Não podemos deixar de lado a história da prática de yoga, ela é importante para a construção do que é o yoga hoje.

E, por mais que o yoga esteja ligado a práticas religiosas – presença de rituais, adoração a deuses e código de conduta similar aos mandamentos -, há algo que o distingue da religião de forma profunda: a busca pelo autoconhecimento.

É por isso que não podemos resumi-la ao significado religioso.

Mas qual é o problema de o yoga ser confundido com uma religião?

A questão principal aqui não é nem o fato de que o yoga seja confundido com uma religião em si, mas o fato de que isso pode afastar pessoas de outras crenças que tenham interesse em praticar yoga.

Existem vários relatos de pessoas que afirmam que outras religiões não permitem a prática de yoga, por pertencer a uma religião.

Ou seja, às vezes a pessoa pode até estar interessada, porém não frequenta as aulas de yoga simplesmente por achar que a prática vai em um caminho contrário a das suas crenças.

O que muitas pessoas não sabem é que a atividade pode, inclusive, proporcionar uma conexão muito maior com o seu lado espiritual, gerando um contato muito maior com Deus, seja ele qual for.

Isso acontece porque sim, a prática do yoga tem a sua base nas religiões orientais e isso deve ser levado em consideração.

O yoga também possui um lado espiritual…

O lado espiritual do yoga: uma prática que vai além do corpo

Pessoas que buscam no yoga apenas uma atividade física, acabam se surpreendendo com o tempo, já que o ato de praticar yoga traz benefícios que vão além do aumento da elasticidade do corpo, do alívio das dores, do fortalecimento dos músculos…

Claro que devemos incentivar a prática de yoga visando os benefícios corporais. Mas não podemos deixar de lado os efeitos que o yoga proporciona para a nossa alma.

Precisamos levar em consideração que qualquer atividade em que nos entregamos com desejo e vontade verdadeiros, podem nos levar ao desenvolvimento espiritual. 

No yoga, especificamente a prática dos asanas (posturas do yoga), aliada aos pranayamas (técnicas de respiração), proporcionam um sentimento de espiritualidade único.

A principal característica do yoga que nos leva a entrar em contato com a nossa espiritualidade é a clareza mental que a prática nos proporciona.

Qual é a regra?

Você pode ter uma religião, pode ser ateu, pode não acreditar na espiritualidade da prática.

A questão é que não existe uma regra para começar a praticar yoga.

  • Ele não é uma religião (pelo menos para o ocidente), mas pode se conectar com a sua religião;
  • Ele não é apenas uma atividade física, mas traz benefícios incríveis para o seu corpo;
  • Ele não precisa ser uma prática espiritual, mas pode promover um desenvolvimento espiritual e um encontro com a sua alma;

O yoga é uma prática livre. O yoga é para todos…

E é muito importante desconstruirmos essa visão de que yoga é uma atividade para hippies, budistas, hinduístas…

A ideia não é retirarmos o yoga dessa caixa que muitas pessoas colocam a prática, mostrando para o mundo os benefícios que inseri-lo na rotina trazem para o corpo, a mente e o espírito.

No fim, a forma como você vai enxergar o yoga vai depender dos seus objetivos ao começar a praticar. 

O que você acha?

Yoga é religião? Yoga não é religião?

Deixe seu comentário sobre como você enxerga a prática na sua vida! É muito importante levarmos a discussão da prática para que seja possível criarmos uma visão mais crítica e oferecermos a oportunidade de que outras pessoas também transformem a sua vida ao praticar yoga.

E, caso você queira saber mais sobre a história e o que é exatamente o Yoga, temos um conteúdo exclusivo e bem didático para você aprender.

Clique aqui e acesse o nosso conteúdo sobre o que é o Yoga >

Continue acompanhando o nosso blog para mais conteúdos sobre bem-estar e atividades que levam mais saúde para a sua vida. Siga também o nosso Instagram para não perder nenhuma novidade do Gaya Bem-Estar.