Blog

Meditação: como ela pode transformar os seus dias

Meditação: como ela pode transformar os seus dias

Desacelerar é preciso, mas como diminuir o ritmo de vida diante de tantas atividades, cobranças e responsabilidades no dia a dia? Com a mente a mil por hora, muitas vezes esquecemos de cuidar de nossos maiores templos, chamados corpo e mente. A boa notícia é que existem técnicas de relaxamento que podem ser facilmente adequadas à rotina e, dentre elas, sem dúvida, a mais popular é a meditação.

Mas meditar para quê? 

Com benefícios comprovados cientificamente, essa pode parecer apenas uma prática cool e que está na moda. Porém, a verdade é que a meditação transforma vidas!

Funciona como um meio para que possamos, mesmo em tempos atribulados, adquirir consciência plena, além de reduzir a ansiedade e o estresse. É como um ímã que aprendemos a construir e que tem o poder de nos trazer para o presente.

Sente dificuldade de se concentrar em tarefas do cotidiano e de ouvir com atenção o que as outras pessoas dizem? Costuma carregar os problemas por onde vai? Então, este pode ser o post ideal para você. 

Nele, vamos explicar desde o que é meditação até algumas das principais técnicas e benefícios dessa prática que ganha cada vez mais adeptos em todo o mundo. Continue com a gente e boa leitura.

O que é meditação?

Meditação é uma palavra que vem do latim “meditatum” e quer dizer: ponderar. É uma prática por meio da qual entramos em contato com a nossa própria essência para acalmar a mente e evoluir.

Historicamente falando, o termo foi usado pela primeira vez pelo Monge Guigo II por volta do século 12 na Ásia. Mas existem registros pré-históricos que já mostravam elementos da meditação sendo usados por civilizações antigas, como mantras durante rituais de oferendas aos deuses.

Com o passar dos anos, a prática passou a sofrer pequenas mudanças e a ser adotada por religiões como Budismo, Hinduísmo e Judaísmo. 

Apenas no século 20 é que foi trazida para as Américas, quando se popularizou nos Estados Unidos por meio do guru indiano Paramahansa Yogananda.

Quatro técnicas de meditação para incluir no seu dia a dia

Existem várias maneiras de meditar e inserir essa poderosa prática em seu dia a dia. Entre diversas técnicas de meditação, destacamos quatro delas a seguir:

1. Meditação Cristã

Baseada na Bíblia, a Meditação Cristã funciona como uma forma de se refletir sobre os ensinamentos presentes na obra, para alcançar o equilíbrio espiritual.

Sem muitas exigências, essa prática pode ser iniciada com uma oração e seguida pela leitura dos textos bíblicos. Deve ser realizada apenas em um lugar tranquilo.

Assim, o corpo e a mente se preparam melhor para compreender o que está sendo lido com clareza e gerar a transformação necessária.

2. Meditação Transcendental 

Considerada entre as técnicas de meditação como a mais simples, a Meditação Transcendental não requer concentração e controle da mente. Mas, para se conhecer seu mantra e especificidades, é indicado fazer um curso rápido.

Nessa técnica silenciosa, a atenção se volta para dentro de nós mesmos.

Diferentemente da Meditação Cristã, a Meditação Transcendental não está ligada a nenhuma religião.

3. Mindfulness

Conhecida como a prática da atenção plena, Mindfulness é uma meditação que se volta ao controle de ações do presente. É ideal para quem sente esgotamento mental devido ao excesso de informações com o qual precisa lidar todos os dias, pois ajuda a lidar com o agora. Aumenta a capacidade de atenção no que se está fazendo.

O Gaya Bem-Estar tem desenvolvido um curso sobre Mindfulness! Quer saber mais? Clique aqui!

As técnicas de Mindfulness trabalham o relaxamento e a concentração para que o praticante se concentre no presente. Afinal, o que virá no futuro ainda está fora de seu controle.

Com apenas alguns minutos de prática de meditação Mindfulness por dia, já é possível notar um aumento significativo no equilíbrio emocional e a redução da ansiedade.

4. Zazen

Com origem budista, o Zazen é o estilo de meditação que tem como regra o não pensamento. Por isso mesmo, para praticá-lo, sua mente não deve se concentrar em nada. 

Para meditar por meio dessa técnica, é preciso ir a um local apropriado, que não seja nem muito claro nem escuro, quente ou frio. 

Livre de qualquer pensamento, a proposta do Zazen é levar a mente às profundezas do íntimo do praticante. Então, quanto mais a pessoa conseguir se conectar a si mesmo, melhores serão os resultados obtidos.

Cinco benefícios da meditação para a vida

Conhecida como uma prática que ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, a meditação nem sempre foi vista com bons olhos no Ocidente. Isso porque antigamente, por aqui, acreditava-se que a meditação se limitava a religiões do Oriente e que, para meditar, os praticantes precisavam se isolar do mundo, como faziam os monges budistas.

Mas tudo mudou a partir de 1960. Foi a partir dessa data que os benefícios da meditação começaram a ser comprovados pela ciência.

Quer saber mesmo se a meditação transforma e até que ponto ela pode trazer ganhos significativos para a sua vida? Separamos alguns dos principais dos benefícios da meditação para que fique mais fácil entender seu potencial transformador:

1. Meditar é usar menos oxigênio e, com isso, melhorar o funcionamento do corpo em diversos sentidos 

Segundo estudos conduzidos pelo professor da Harvard, Dr. Hebert Benson, em 1967, quando as pessoas entram em estado meditativo usam em média 17% menos oxigênio. Com isso, têm uma menor pressão sanguínea e maior produção de ondas cerebrais –

o que se reflete até em uma melhor qualidade do sono.

2. É um exercício de foco e concentração

Meditar é não pensar em nada, simplesmente. Uma missão que parece beirar o impossível, mas que traz ganhos em termos de foco, concentração e relaxamento físico e mental para quem pratica.

3. Melhora a saúde de idosos

De acordo com estudo realizado pela Unifesp com um grupo de 140 idosos, a prática da meditação, duas vezes por semana, durante dois meses, gerou os seguintes resultados:

  • aumento da disposição;
  • diminuição de dores físicas;
  • melhorias em doenças crônicas;
  • melhorias na postura;
  • melhorias na respiração;
  • melhorias no funcionamento do intestino.

4. Reduz a dor de cabeça causada pela enxaqueca

Outro estudo, desenvolvido pela Universidade de Harvard com 19 pessoas que sofriam de enxaqueca e que começaram a meditar por oito semanas, constatou que a dor ficou menos intensa eas crises, mais curtas.

5. Regula a capacidade cognitiva, a memória e as emoções

Já no Hospital Geral de Massachusetts, mais um estudo comprovou os benefícios da meditação. Dessa vez, em relação às modificações que causou na região do córtex pré-frontal. O que foi constatado é que a quantidade de massa cinzenta dos praticantes com mais de 50 anos de idade era a mesma quantidade dos jovens de 25 anos.

Os mesmos pesquisadores fizeram ainda um outro estudo, complementando que, depois de oito semanas de prática de meditação, o cérebro melhora a capacidade cognitiva, emoções e memória. O resultado? Uma mente muito mais jovem em pouco tempo.

Meditar para quê?

Consegue perceber o impacto positivo que a meditação é capaz de trazer para as nossas vidas, apenas com alguns minutos de prática diária? Pode ser a solução ideal para fugir um pouco do caos, reduzindo o estresse e a ansiedade no dia a dia.

Agora que você conhece os benefícios e as principais técnicas de meditação, que tal se aprofundar ainda mais sobre essa prática transformadora de vidas? Temos uma dica: baixe gratuitamente o nosso e-book sobre meditação. Com ele, você vai esclarecer todas as suas dúvidas e estará pronto para se aventurar nesse momento só seu de paz e serenidade.