Você não merece relaxar apenas nas férias!

Você não merece relaxar apenas nas férias!

Tirar uns dias de férias é bom e todo mundo gosta, principalmente para acalmar a mente da correria do dia a dia. Mas e se pudéssemos prolongar a sensação de relaxamento que esse período de descanso proporciona para todo o ano?

Pode parecer difícil, mas não é algo impossível! Basta inserir, naturalmente, algumas técnicas de relaxamento à rotina, como massagens que favorecem o bem-estar e a saúde mental até práticas como ouvir música, meditar ou fazer aulas de yoga.

Como sabemos, o estresse pode trazer uma série de problemas para o corpo e para a mente. Dificuldade de concentração, dores provocadas por tensão muscular e insônia são apenas alguns deles. 

Para ajudar você a prevenir esses sintomas e até mesmo o surgimento de doenças, selecionamos algumas dicas de relaxamento para inserir no dia a dia. Vamos falar sobre cada uma delas ao longo deste post para que você possa se inteirar sobre o que melhor corresponde às suas necessidades, pode ser?

Que tal reservar alguns minutos para relaxar enquanto faz esta leitura?

7 dicas de relaxamento para acalmar a mente além das férias

Com pequenas atitudes é possível encontrar o equilíbrio entre corpo e mente para relaxar o corpo e desestressar sempre que possível. 

Sente que precisa dar mais atenção ao autocuidado e quer que aquela agradável sensação de descanso pós-férias dure mais? Selecionamos 7 dicas de relaxamento para inserir no cotidiano e trazer mais plenitude para os seus dias:

1. Desconectar

Por mais que tecnologias como celular, computador e tablet façam parte de nossas rotinas e facilitem nossa vida, eles não ajudam no relaxamento. Além de prejudicarem a pele devido à luz visível, podem piorar os níveis de ansiedade e estresse e até mesmo prejudicar a qualidade do sono.

Então, uma boa pedida para relaxar é se desconectar desses dispositivos. Sua saúde mental, física e espiritual saem ganhando e você tem mais tempo para curtir momentos especiais com amigos e família.

É difícil? Sim! Principalmente no atual contexto, onde os aplicativos são extremamente necessários para a nossa comunicação com o mundo. Mas é essencial buscar esse desligamento para aproveitar de verdade os momentos reais e relaxar.

2. Fazer massagens relaxantes

É uma ótima opção para escapar do estresse, aliviar a tensão muscular, relaxar a musculatura do corpo, renovar as energias e melhorar a circulação sanguínea.

E os benefícios de fazer massagem não acabam por aqui: ela também melhora a flexibilidade, a postura, a pressão arterial, a respiração e até mesmo o funcionamento do sistema imunológico.

Atualmente existem diferentes tipos de massagens relaxantes disponíveis em espaços como clínicas e spas. Confira três das mais indicadas para um relaxamento profundo:

  • Massagem Ayurvédica ou Indiana: com o deslizamento e alongamento dos músculos, libera o fluxo de energia e ajuda a desintoxicar o organismo;
  • Massagem Relaxante Clássica ou Técnica Ocidental: reduz o cansaço, o estresse e a tensão, trabalhando movimentos de deslizamentos, amassamentos e alongamentos;
  • Massagem Shiatsu ou Japonesa: com a pressão dos dedos ou cotovelos em pontos estratégicos do corpo, é ideal para quem busca diminuir a tensão muscular localizada e restabelecer o fluxo de energia corporal. 

Para escolher aquela que melhor atende aos seus objetivos atuais, procure a ajuda de especialistas em bem-estar e terapeutas. Assim, receberá a melhor recomendação para a sua necessidade de relaxamento.

3. Meditar

Se pensamentos confusos são os principais causadores do estresse, a meditação é uma de suas principais salvadoras. Deixa a pessoa mais calma e traz ainda benefícios como mais concentração, maior bem-estar físico e emocional, equilíbrio e paz interior.

Conheça alguns dos principais tipos de meditação existentes hoje:

  • Meditação guiada: é a meditação ideal para iniciantes, pois trabalha os sentidos e a formação de imagens mentais de lugares e situações;
  • Mindfulness: com o objetivo de ampliar a consciência sobre o momento presente, é um tipo de meditação que aumenta a concentração e reduz o estresse;
  • Tai chi: misturando meditação e artes marciais chinesas, trabalha com movimentos e posturas lentas e respiração profunda;
  • Yoga: com o intuito de promover o autoconhecimento, o equilíbrio físico e mental e o relaxamento, combina posturas e exercícios de respiração, exigindo equilíbrio e concentração.

4. Ouvir música

Usada, inclusive, como tratamento para o corpo e mente, a música acalma, estimula a memória e pode aliviar dores. 

Como age no centro de prazer do cérebro, libera dopamina e, assim, nos proporciona uma sensação de bem-estar. Também pode ser uma bom estímulo para a prática de atividades físicas, ajudando a tornar os exercícios mais fáceis e prazerosos.

5. Praticar yoga

Praticar yoga faz bem e traz muita comodidade para a vida de quem quer aprender técnicas de relaxamento para praticar onde estiver. Melhora a flexibilidade dos músculos, a frequência cardíaca, a imunidade e também a pressão sanguínea. 

É como um convite ao autoconhecimento e a superação, visto que permite que o praticante possa se conhecer melhor e ir além de seus próprios limites quando se sentir seguro para isso.

Existem aulas disponíveis no YouTube, mas o ideal é sempre ter a ajuda presencial de um profissional capacitado. Assim, possíveis erros de posturas podem ser corrigidos e dores musculares evitadas. O que também vale se o seu objetivo é entender sua evolução na prática.

6. Ter pensamentos positivos

Quanto mais afirmamos para a nossa mente pensamentos positivos mais ela entende como verdade o que estamos dizendo. Pode parecer loucura, mas realmente funciona.

Por isso, a dica é ler livros de autoajuda antes de dormir ou mentalizar frases de otimismo antes de situações de estresse. Tudo vai melhorar!

7. Tirar um tempo só para você

Encontrar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional pode começar com o “não” que você diz. Afinal, dizer “sim” a tudo, pode provocar ainda mais estresse e não é isso o que estamos buscando, certo? Então, reserve um tempo para fazer algo que gosta, como dar um passeio, encontrar velhos amigos ou tirar um dia de spa sem culpa.

Viu só como vivenciar momentos de relaxamento tão agradáveis quanto aqueles que temos nas férias pode ser mais fácil do que imagina? Tudo o que você precisa é assumir um compromisso com o seu próprio bem-estar físico e mental.

Neste post pudemos compartilhar alguns exemplos de práticas que podem ser inseridas ao dia a dia e proporcionar uma vida mais calma e equilibrada.

E aí, disposto a encarar esse desafio e promover o relaxamento que seu corpo tanto precisa? Então, acredite: a serenidade das férias pode durar o ano inteiro, basta você querer!

Deixe uma resposta